Pentacampeão mundial e estrela do documentário “Vida sobre Rodas”, Sandro Dias, o Mineirinho, reconhece o valor atingido pelo skate nos dias de hoje, mas cobra um maior incentivo do poder público.

“Falta as pessoas acreditarem mais, fazer mais eventos, melhorar as estruturas profissionais e amadoras. O skate é muito forte no Brasil, é a segunda modalidade mais praticada e precisa de um maior apoio do poder público”, disse o skatista.

Disputando campeonatos mundiais desde 1989 quando ficou apenas em 31º, Mineirinho acha que o incentivo ao skate pode solucionar um grave problema social do Brasil.

“A chance de inclusão social pelo skate é muito grande. Depois que uma criança pega o skate vai ver como esse negócio legal e vai parar de fazer bobagens pelas ruas”, afirmou o atleta.

Apesar de cobrar um maior incentivo, o pentacampeão mundial reconhece que muita coisa mudou desde que começou a andar de skate.

“Quando comecei sofria com muito preconceito, não tinha onde andar, não tinha acesso as pistas e também tinha o preconceito lá de fora devido as marcas copiadas. Mas fico feliz por termos valor hoje”, completou.

Na primeira disputa internacional do Brasil, os skatistas brasileiros chegaram a ser sabotados por suas marcas patrocinadoras copiarem os nomes das estrangeiras.

Sem mais artigos