A eliminação do Real Madrid na Copa do Rei não foi bem digerida pelo técnico José Mourinho. Logo após o empate com o Barcelona no Camp Nou, o treinador português foi esperar o árbitro Fernando Teixeira Vitiene no estacionamento.

O jornal “Mundo Deportivo” flagrou o português encostado no carro do juiz. De acordo com a publicação, Mourinho teria ido até o estacionamento para tirar satisfação pelos erros da arbitragem.

“Vá, seu artista! Como gosta de acabar com os profissionais!”, teria dito Mourinho para o juiz e seus dois auxiliares.

Na coletiva de imprensa, o português teria dito que é “impossível vencer” em Barcelona se referindo a arbitragem.

Em seu perfil no Twitter, Eladio Paramés, porta-voz de Mourinho, defendeu o treinador das acusações do jornal.

“Mourinho, na garagem, falou um pouco mais do que está escrito em um jornal. Primeiro abraçou Carlos Naval (dirigente do Barcelona), que não esqueceu como grande amigo. E sei que lhe disse, diante de dirigentes do Real Madrid: ‘Carlos, você de olhos fechados sabe mais que estes todos de olhos abertos’. E ao árbitro disse: ‘Vai artista, você gosta de f**** quem trabalha, não respeitas profissionais sérios. Agora, fuma um charuto e vai rir. Sem vergonha!'”, escreveu.

Mourinho tira satisfação com juiz no estacionamento após eliminação para Barcelona

Sem mais artigos