<br>
O técnico Muricy Ramalho recebeu uma proposta milionária do Al-Saad, do Catar, nesta semana: o treinador ganharia cerca de 400 mil reais por mês. Esta não é a primeira vez que um clube tenta tirar Muricy do Tricolor.

Em entreista ao diário <i>Lance!</i>, o treinador confirmou a proposta do Catar, mas garantiu que fica no Morumbi. "Todo mundo sabe que eu não me iludo com essas coisas e que gosto de cumprir meus contratos até o fim", afirmou.

Mesmo garantindo que permanece no São Paulo, Muricy pediu que a diretoria do clube lhe dê uma ‘garantia’ de que maus resultados no Campeonato Brasileiro não gerarão nova onda de pressão. "Eu gostaria de ter mais calma para trabalhar. Porque amanhã o time pode perder mais dois jogos seguidos e outra vez vai voltar aquela história de que tem que trocar o treinador", pediu.

Mais uma vez, como é de costume, Muricy disse que dinheiro não é problema. "Não quero que o São Paulo aumente um real do meu salário", garantiu. "A única coisa é trabalhar sossegado, saber que posso cumprir meu contrato até o fim com o clube".

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=25868>Ronaldinho quer o Milan, diz empresário do jogador</a>

Sem mais artigos