O técnico santista Muricy Ramalho surpreendeu todos os jornalistas na coletiva de imprensa concedida após o empate em 1 a 1 contra o Atlético/GO na noite desta quinta-feira, no Pacaembu. Segundo ele, o zagueiro Durval permanecerá na lateral-esquerda do Peixe na disputa do Mundial de Clubes da Fifa em dezembro, no Japão. Com isso, Léo será opção para o banco de reservas.

“O Durval tem se dado muito bem por ali. Com ele, o time fica mais seguro. A gente pode liberar um pouco mais o Danilo pela direita, pois o Edu Dracena e o Bruno Rodrigo têm dado um bom suporte na zaga. Além disso, o Durval não precisa atacar muito, porque na frente dele, pela esquerda, joga o Neymar e ele sempre segura uns marcadores adversários por ali”, afirmou.

Embora tenha conhecimento que o lateral-esquerdo é ídolo dos santistas, ele garantiu que esse fator não influiu na decisão. Além disso, ele destacou que o experiente atleta já estava consciente de que havia perdido espaço dentre os titulares, após ficar um mês aos cuidados dos médicos.

“Eles me conhecem, apesar de estarmos juntos só a sete meses. Comigo, só tem um jeito de jogar: quando tiver oportunidade, tem que mostrar trabalho. O Léo precisa mostrar muito para voltar ao time titular. Ele sabe disso. O Léo sabe como eu penso. Agora, o Durval aproveitou a chance e é titular por ali. Mas sou um cara justo. É claro que se o Léo entrar e mostrar que merece, muda tudo”, completou.

O Santos ocupa a nona colocação do Brasileirão, com 52 pontos, e tem como próximo rival o Coritiba, no Couto Pereira. O confronto, válido pela 36ª rodada do torneio nacional, será realizado no próximo domingo. 

Sem mais artigos