<br>
Após a demissão de Leão, o Santos cogitou contratar o técnico do São Paulo, Muricy Ramalho. Além do Peixe, o Internacional também demonstrou interesse no treinador tricolor. O que esses clubes não sabem é que Muricy não quebra contrato e que ele recebe ofertas deste tipo, segundo o comandante, toda semana.

"Não gosto de falar nesses assuntos. Sei o meu valor e tenho convites de outros clubes toda semana. E não são poucos. Mas não converso com ninguém, se você ligar no celular eu não atendo. Tem pessoas que conversam sobre a minha carreira. Fico contente por lembrarem do meu trabalho, mas sou assim, fico até chegar o momento em que não me querem mais", explica Muricy.

O treinador ainda afirmou que não sofre pressão por parte da diretoria são-paulina. E ressalta que, se aceitasse todas as propostas que recebe, estaria milionário.

"Ninguém me pressiona, nenhum diretor chega e fala nada. Toda vez que sou convidado é para ganhar muito mais. Se fosse colocar no papel tudo o que já perdi, seriam alguns milhões. Mas futebol não é isso. Trabalho a longo prazo também dá lucro", completa o treinador.

<b>LEIA MAIS</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=25525>São Paulo e Fluminense entre os 20 melhores do mundo

Sem mais artigos