O tenista britânico Andy Murray venceu neste domingo o espanhol David Ferrer por 2 sets a 0, com parciais de 7-5 e 6-4, na final do Masters 1000 de Xangai, e conquistou assim seu terceiro torneio consecutivo na viagem que faz pela Ásia.

Com a vitória, Murray assume o terceiro lugar do ranking mundial da ATP e desloca o suíço Roger Federer para a quarta posição, deixando-o de fora do Top 3 pela primeira vez desde 7 de julho de 2003, quando o tenista de Basileia ganhou seu primeiro Grand Slam, em Wimbledon.

O tour pela Ásia resultou extremamente produtivo e gratificante para Murray, vencedor dos torneios de Bangcoc, Pequim e Xangai. O triunfo deste domingo lhe valeu o 21º título da carreira, seu oitavo Masters 1000.

O britânico, muito menos desgastado que Ferrer – que precisou de três sets para vencer cada uma de suas últimas três partidas -, encerrou o jogo em uma hora e 45 minutos e levou para casa um cheque de US$ 620 mil.

Sem mais artigos