Fla fica no 1 a 1 com Horizonte e “emperra” vaga

O Flamengo segue invicto nesta temporada, mas o empate desta quarta-feira por 1 a 1, contra o surpreendente Horizonte-CE, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, deixou a equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo com um gostinho de derrota. O mau resultado no Engenhão obriga o Rubro-Negro a triunfar no jogo de volta, que será realizada no Ceará. 

O primeiro tempo começou com o Flamengo pressionando. A formação com três atacantes envolveu a equipe adversária e as chances de gol começaram a pintar naturalmente. Era certo que o gol não demoraria a aparecer. Willians fazia uma boa partida, Ronaldinho Gaúcho distribuia passes e Wanderley corria e batalhava por todas as bolas.

Aos 17 minutos da primeira etapa, depois de várias oportunidades criadas, o camisa 33 rubro-negro recebeu a bola na área, arrumou um espaço e fuzilou o goleiro adversário, abrindo o placar para o Flamengo.

Com o gol rubro-negro, parecia que o time iria decolar. Porém, aconteceu justamente o contrário. Os cariocas começaram a bobear em algumas jogadas e o surpreendente Horizonte acreditou que poderia igualar o marcador. 

O empate chegou aos 38 minutos, após uma bela arrancanda de Siloé, que passou pela zaga e caiu na área. Elanardo cobrou com perfeição e definiu o resultado final do confronto. 

Na segunda etapa, Vanderlei Luxemburgo tirou Maldonado e colocou Rodrigo Alvim em campo para dar um pouco mais de força defensiva. O time não melhorou, mas conseguiu mandar na partida. De qualquer forma, as jogadas rubro-negras normalmente paravam em passes não completos ou na zaga do time cearense.

Sem querer jogar, o Horizonte se satisfez com o resultado. Por meio do 1 a 1, os cearenses vão às quartas de final em caso de nova igualdade, desta vez sem gols.

Tricolor triunfa fora ante Goiás e joga por empate

Consciente de que Luís Fabiano volta a vestir a camisa do clube na próxima semana, em casa diante do Goiás, o São Paulo tratou de encaminhar logo a classificação, mesmo atuando longe de seus domínios. Nesta quarta-feira, a equipe do Morumbi se beneficiou da vantagem de um homem a mais em campo desde o início (Felipe Amorim foi expulso aos 22 minutos de jogo) e triunfou por 1 a 0, com gol anotado por Dagoberto aos 2 do segundo tempo.

Fora o tento assinalado pelo artilheiro tricolor no ano, os paulistas tiveram diversas oportunidades para criar uma vantagem mais elástica. No entanto, pararam na falta de pontaria e nas excelentes defesas do goleiro esmeraldino Harlei. A vitória fora de casa deixa os comandados de Paulo César Carpegiani a apenas um empate caseiro das quartas de final da Copa do Brasil.

Quem avançar nesse confronto terá pela frente na próxima etapa o Avaí, que eliminou o Botafogo em Florianópolis num jogo marcado pela pancadaria após o apito final (aqui). A confusão foi pautada pela indignação dos jogadores e pela comissão técnica do Fogão, indignada com a eliminação precoce.

No Serra Dourada, o melhor jogador em campo nesta noite foi Ilsinho. O ala avançou com velocidade pela direita e chegou com perigo ao menos duas vezes na frente do “paredão” Harlei. De quebra, ele participou da jogada do gol solitário são-paulino no confronto. Na sequência, a boal chegou aos pés de Carlinhos Paraíba, que achou Dagoberto embrenhado em meio aos zagueiros. O atacante teve habilidade de sobra para fazer fila em cima da zaga esmeraldina, bater rasteiro e estufar as redes.

Após o tento, o Tricolor aproveitou o embalo e pressionou os goianos por mais 20 minutos. Foi neste momento que Harlei mais brilhou. A entrada do veterano Rivaldo no lugar de Marlos ainda deu fôlego extra ao setor de criação. Logo em sua primeira jogada, aos 23, o pentacampeão mundial invadiu a área e parou em boa defesa do arqueiro adversário.

Diante do volume de jogo tricolor, o resultado saiu barato para o Goiás. Se quiser avançar às quartas, o Esmeraldino precisará se superar e demonstrar maios força de ataque no Morumbi, já que apenas uma vitória por dois gols de diferença selaria o passaporte à próxima fase.

Avaí elimina Bota em empate marcado por pancadaria

O Botafogo visitou o Avaí no estádio da Ressacada, em Florianópolis e empatou em 1 a 1. Com o resultado, o Alvinegro se despede da competição, já que na partida de ida as equipes ficaram na igualdade de 2 a 2, no Engenhão. 

Já a equipe de Santa Catarina avança às quartas de final da Copa do Brasil. Loco Abreu abriu o placar para equipe carioca, mas Willian, de pênalti, deixou tudo igual aos 42 minutos da etapa final.

Atuando em casa e com o empate a favor, o Avaí quase abriu o placar com Rafael Coelho, que cabeceou por cima do gol e desperdiçou grande chance. A resposta do Botafogo veio aos 20 minutos. Arévalo fez boa jogada e Herrera arrematou, porém, a bola pegou na rede pelo lado de fora.

Na volta do intervalo, o Botafogo foi obrigado a sair para o jogo. Aos 28 minutos, o argentino Herrera fez boa jogada, entrou na área e dividiu com o goleiro Renan. No rebote, a bola sobrou para Loco Abreu. O uruguaio teve apenas o trabalho de empurrar para o fundo do gol. 

Atrás no placar, o Leão se soltou e pressionou o Botafogo. Aos 41 minutos, Lucas empurrou Estrada dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Na cobrança, o artilheiro Willian fez a alegria do torcedor catarinense.

Na próxima fase, o Avaí enfrenta quem passar do confronto entre Goiás e São Paulo. Os catarinenses voltam a campo no próximo domingo, às 18h30, para enfrentar o Figueirense, no Orlando Scarpelli. O duelo é válido pela semifinal do Campeonato Estadual.

Sem mais artigos