Djokovic conquistou neste sábado o título do Aberto da Austrália com uma vitória sobre Nadal por 3 sets a 2, parciais de 5-7, 6-4, 6-2, 6-7 (5) e 7-5. Esta foi a sétima derrota consecutiva do espanhol para o sérvio em uma final da ATP.

O espanhol Rafael Nadal afirmou neste domingo, após perder a final do Aberto da Austrália para o sérvio Novak Djokovic, que esta foi a derrota “menos dolorosa” de sua carreira, por considerar que fez uma grande partida e deu tudo que podia em quadra.

“É a final que perdi que me doeu menos, porque fiz tudo que era possível. Lutei de igual para igual com um jogador que é brilhante e estive muito perto de vencer. Levei Djokovic ao limite, algo que não tinha conseguido em 2011, e também levei a mim mesmo ao limite”, afirmou o espanhol, atual número dois do mundo.

Nadal disse ainda que deixou a quadra feliz após a partida, que se transformou na final de Grand Slam mais longa da história, com 5h53min de duração.

“Temos de aceitar o resultado. Foi um grande espetáculo. Desfrutei deste jogo, mesmo sem conquistar meu objetivo, que era a vitória. Tive minhas chances diante do melhor jogador do mundo. Joguei em um nível muito alto durante muito tempo, e isso é muito importante para mim. Estou feliz por isso”, afirmou.

Sem mais artigos