O atacante Neymar manifestou nesta quarta-feira por estar pela primeira vez na lista dos 50 candidatos à Bola de Ouro da Fifa, divulgada esta terça-feira pela imprensa espanhola, principalmente porque não precisou deixar o futebol brasileiro para isso.

“Se a lista é verdadeira, se concretizar-se, ficarei muito feliz, demonstra que estou fazendo um trabalho maravilhoso. Quero continuar trabalhando forte para alcançar mais objetivos e fazer história pelo Santos”, afirmou Neymar em entrevista coletiva.

O atacante de 19 anos reiterou que considera o argentino Lionel Messi o melhor jogador do mundo e o português Cristiano Ronaldo, o segundo da lista.

“Os dois estão acima de todos”, considerou o atleta do Santos, que também comemorou o fato de figurar na lista sem ter que se transferir para o futebol europeu.

“Sempre segui a vontade do meu coração, rejeitei propostas (de clubes europeus) duas vezes para ficar no Santos. Não pensei em ser o melhor do mundo, mas em estar feliz, e acreditei que não era o momento de sair”, revelou.

Em 2010, Neymar afirmou ter rejeitado uma oferta do Chelsea, e no último período de transferências teve sobre sua mesa propostas do Real Madrid e do Barcelona.

Sem mais artigos