O site da Fifa anunciou nesta terça-feira (23) que o Presidente da Conmebol, o paraguaio Nicolás Leoz, renunciou ao cargo no Comitê Executivo da Fifa, sendo que o motivo seriam recomendações médicas. Além disso, não é descartada a saída do dirigente de 84 anos da presidência da confederação de futebol sul-americana, a qual preside desde 1986.

“Em 30 de abril colocarei o meu cargo de presidente da Conmebol à disposição dos presidentes das outras federações”, disse Leoz em pronunciamento a rádios paraguaias.

Segundo o estatuto da Fifa, a Conmebol fica agora obrigada a decidir o quanto antes o sucessor do cartola para o cargo.

Nicolás Leoz, em novembro do ano passado, foi submetido a uma cirurgia para a correção de uma obstrução em uma de suas artérias, feita no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Recentemente, seus médicos o aconselharam a não viajar para o exterior para evitar desgastes físicos.

 

 

Sem mais artigos