Fundada em 1694, a Casa da Moeda do Brasil (CMB), que nos seus primeiros anos de existência visava à fabricação de moedas de ouro proveniente das minerações do país, voltou a aderir à ideia nos últimos anos, mas desta vez para homenagear os times de futebol que completaram 100 anos de existência. O homenageado de 2014 é o Palmeiras, que esgotou, em menos de um dia, seu estoque de 3250 medalhas especiais confeccionadas para o seu centenário.

O alviverde de Palestra Itália, que completou 100 anos de existência no último dia 26 de agosto, é o sétimo clube do futebol brasileiro a ser homenageado pela CMB. Santos, Corinthians, Coritiba, Internacional, Atlético-MG e Fluminense já tiveram moedas lançadas em seus centenários.

Dentre todas as equipes homenageadas, o Palmeiras teve o maior número de medalhas vendidas entre os clubes, sendo cinco de ouro, 245 de prata, 2.000 de bronze e 1.000 bronze-dourado.

Sem mais artigos