Com o Palestra Itália em reformas para a construção da nova Arena, o Palmeiras teve que transferir todos os seus pertences para outros lugares. Entre eles, os troféus do clube, que foram parar na Vila Madalena.

Para proteger um dos maiores patrimônios históricos do clube, o Palmeiras resolveu comprar cães de guarda. O detalhe que causou polêmica entre os conselheiro do clube foi o valor gasto pelos animais: R$ 3 mil.

De acordo com o jornal ‘Folha de S. Paulo’, funcionários do clube que ganham menos ficaram com ciúmes e o assunto chegou a ser pauta no Conselho de Orientação Fiscal do Palmeiras. Agora, conselheiros cobram explicações de como o clube pôde gastar tanto com rações para cachorro.

* Foto meramente ilustrativa.

Sem mais artigos