Após a LDU, do Equador, ter ameaçado recorrer à FIFA para tentar tirar o atacante Hernán Barcos do Palmeiras por falta de pagamento (clique aqui e entenda o caso), a diretoria do time paulista, agora presidida por Paulo Nobre e com direção de José Carlos Brunoro, não perdeu tempo e tratou de esclarecer o caso e tranquilizar seu torcedores.

Por meio de uma nota oficial divulgada nesta quinta-feira (07) em seu site, o Palmeiras confirma a dívida com o time equatoriano, mas garante que o artilheiro e craque do time não deixará o Palestra Itália.

Veja abaixo a nota oficial do Palmeiras sobre o caso Barcos:

Esclarecimento sobre a situação do atacante BarcosA diretoria de futebol e jurídica do Palmeiras vem a público tranquilizar a torcida de que não existe perigo de o atacante Barcos deixar o clube. De fato, há uma parcela do contrato em aberto. Já foram quitados 80% dos pagamentos e a direção iniciou a negociação para acertar o restante.

“Não existe perigo de o jogador sair. Existem multas no contrato e a LDU, além de entrar na Fifa, teria que esperar um parecer positivo, que pode demorar muito tempo para acontecer. O presidente Paulo Nobre entrará em contato com a diretoria do clube equatoriano para resolver a questão”, esclareceu o diretor executivo José Carlos Brunoro, que destacou.

“Essa nova gestão vai honrar todos os compromissos que estão pendentes”, completou o dirigente.

Sem mais artigos