Lutador responsável por quebrar a hegemonia de sete anos de Anderson Silva no UFC, o norte-americano Chris Weidman concedeu uma entrevista para o site MMA Junkie afirmando que a revanche contra o brasileiro, marcada para o dia 28 de dezembro deste ano, valendo o cinturão dos pesos-médios, “será mais fácil” que a primeira luta, vencida por ele.

Animado para a segunda luta contra Spider, Weidman não acredita que o brasileiro vá mudar sua linha dentro do octógono, parando de usar suas tradicionais provocações aos adversários.

“As pessoas dizem que ele vai ficar puto e esse será um novo Anderson Silva, mas que vai ser ainda mais fácil. Estou muito feliz com a situação, e é exatamente onde eu pensei que estaria. É hora de me pôr à prova novamente no dia 28, por isso estou animado”, afirmou.

Invicto no MMA com 10 vitórias, sendo seis delas no UFC, o lutador acredita em uma revanche perfeita, pois assim como na primeira vez, as pessoas ainda apostam em Anderson Silva.

“Muitas pessoas simplesmente não acreditaram que Silva realmente perdeu, e muito menos que ele poderia perder duas lutas seguidas. Por isso a revanche é perfeita”, disse o americano.

Considerando-se um “azarão” contra o brasileiro, o atual campeão dos médios diz que fez a alegria de muitas pessoas ao nocauteá-lo.

“Acho que as pessoas gostam de o ‘azarão’ vencer. Eu sinto que naquele momento, quando ele (Anderson) faz palhaçadas como essas, haviam milhares de pessoas que queriam dar um soco nele. Então, para mim, nocauteá-lo quando ele faz essas palhaçadas… Acho que isso fez muita gente feliz”, falou.

A segunda luta entre Anderson Silva e Chris Weidman é o embate principal do card do UFC 168, que acontecerá no MGM Grand, em Las Vegas, Nevada. Além da revanche, o evento contará com a disputa do cinturão do peso galo feminino, entre Ronda Rousey e Miesha Tate.

Sem mais artigos