Com grande experiência em Copas do Mundo – está prestes a participar de sua sexta edição como treinador -, Carlos Alberto Parreira não hesitou hoje em apontar a Argentina omo uma das grandes favoritas ao titulo no Mundial da África do Sul.

“Futebol não tem surpresa, não tem zebra. Em Copa do Mundo não tem zebra. Vai dar Brasil, Alemanha, Inglaterra, Espanha, Holanda… A Itália é candidatíssima e a Argentina está com um timaço”, disse Parreira em entrevista coletiva realizada em Belo Horizonte, onde a seleção sul-africana empatou ontem à noite sem gols com o Cruzeiro em amistoso.

“Os jogadores argentinos estão brilhando nas equipes europeias. A Argentina pode fazer um baita time. Tevez, Messi, Mascherano, Cambiasso, Verón, Milito… Um baita time. A Argentina é uma candidata ao título”, acrescentou o treinador que, além do Brasil, dirigiu Kuwait, Emirados Árabes e Arábia Saudita em Copas.

Segundo Parreira, as dificuldades enfrentadas pelos argentinos nas Eliminatórias não vão se refletir no Mundial.

“O Brasil não foi bem nas Eliminatórias para 2002 e ganhou a Copa do Mundo. A Argentina não foi bem nas eliminatórias, se acertou e ganhou da Alemanha, na Alemanha”, afirmou Parreira, lembrando da vitória dos comandados de Diego Maradona em um amistoso neste ano em Munique.

Na mesma entrevista, Parreira recomendou ao técnico Dunga para que desista de divulgar em maio uma lista de 30 convocados para a Copa, para depois fazer sete cortes.

“Eu acho que isso dá muito combustível para vocês, da imprensa. Vocês só vão falar quem vai ser cortado”, explicou.

Sem mais artigos