Em mais um capítulo da interminável novela sobre o futuro de Ronaldinho, a presidente do Flamengo Patrícia Amorim disse em entrevista ao jornal ‘O Dia’ neste domingo que as bases salariais com o craque já estão acertadas e o Flamengo entra de vez na disputa pelo meia.

“Com a gente, estava tudo parado, um hiato durante o Natal. Mas, de uns dias para cá, a coisa esquentou para o nosso lado”, revelou a presidente do maior clube do Brasil.

“A parte salarial já está fechada, mas a conta que o Milan faz está relacionada aos seis meses que faltam para o fim do contrato do Ronaldinho. O que posso dizer é que ele vem para o Brasil. Não sei se para o Flamengo, mas ele vem. Vai ser agora”, completou.

Patrícia aposta suas fichas no fato de que Ronaldinho, segundo a própria, tem um “carinho especial” pela cidade do Rio de Janeiro.

“Com o Grêmio, a situação é afetiva, familiar. O apelo do Palmeiras é o dinheiro, mesmo. Mas, a favor do Flamengo, eu sinto a vontade do jogador. O Rio de Janeiro encanta Ronaldinho”.

Gaúcho foi liberado pelo Milan para vir até o Brasil resolver sua situação. Ele está hospedado em um hotel no Rio de Janeiro.

Sem mais artigos