A grande decisão da Libertadores começou sem nenhuma vantagem. No duelo do Uruguai, Santos e Peñarol desperdiçaram muitas chances e o jogo ficou no 0 a 0.

A primeira etapa com o Peñarol utilizando a pressão de sua torcida e quase chegou ao gol com Oliveira. No entanto, o goleiro Rafael apareceu bem e dividiu a bola com o atacante uruguaio.

Depois da oportunidade, o Santos cresceu e após linda jogada de Neymar, Alexsandro obrigou o goleiro Sosa a fazer boa defesa. Na jogada seguinte, Bruno Rodrigo cabeceou uma bola no travessão uruguaio.

Ainda na primeira etapa, o Peñarol teve uma grande chance, mas Darío Rodríguez bate por cima do gol ao encobrir o goleiro Rafael.

Diferente da etapa inicial, a final começou com o Santos em cima. Zé Eduardo aproveitou bola rebatida, cortou o zagueiro e bateu para o gol, mas o tiro explodiu no peito do Sosa.

Aos 28 minutos, Martinuccio fez boa jogada, cortou Durval, mas na hora do chute Oliveira resolveu bater para o gol e  bola foi para fora.

O Peñarol chegou a marcar o gol aos 40 minutos com Alonso. No entanto, o auxiliar marcou impedimento do atacante do Peñarol e anulou o tento.

Com esse resultado, quem vencer na próxima quarta-feira (22) no Pacaembu será campeão da Libertadores nesta temporada. O empate levará o jogo para prorrogação e depois pênaltis.

Sem mais artigos