O time que o Palmeiras pretender montar para disputar as competições de 2009, principalmente a Libertadores da América, promete ser muito diferente daquele que a torcida se acostumou a ver no Brasileirão deste ano e que faturou o título de Campeão Paulista. É que após perder Élder Granja e Martinez, que não renovaram com o clube, o alviverde praticamente descartou as permanências de Leandro e Denílson para a próxima temporada. Com seus contratos vencendo em dezembro, ambos os atletas já estão cientes da situação.

Com um “contrato de risco” em vigor, que funciona conforme a sua produtividade em campo, Denílson deverá atuar no futebol europeu, haja vista que ele não recebeu nenhuma proposta para permanecer no Palmeiras. "Acho muito difícil ficar no clube. A diretoria não me procurou para conversar", lamentou o pentacampeão mundial.

Contratado no final de 2007, Denílson fez algumas partidas como titular no Palmeiras e marcou poucos gols. Porém, um deles em especial foi uma pintura, anotado no jogo contra o Náutico, pelo Campeonato Brasileiro.

Veja o belo gol do atacante palmeirense:

 

 

Já o caso do lateral-esquerdo Leandro é mais complicado. O jogador pertence ao Porto, que exigiu seu retorno ao término do empréstimo. De acordo com o empresário do atleta, André Cury, o gerente de futebol do Palmeiras, Toninho Cecílio, já deixou claro que o Leandro não está mais nos planos do time paulista. "O Toninho me ligou ontem para dizer que o contrato não vai ser renovado", declarou.

Porém, segundo o diretor de futebol Genaro Marino, o lateral só não continua no clube por imposição do Porto, que conta com o Leandro para 2009. “A informação que recebemos é que o Leandro foi chamado de volta para o Porto porque eles não têm um lateral-esquerdo com a mesma qualidade. Aí ficamos amarrados, é uma situação difícil. Mas não o descartamos, porque é um jogador de qualidade e foi um dos melhores da posição no Brasileiro”, explicou Marino.
 

No Palmeiras desde o início de 2007, Leandro retorna ao futebol português, onde não teve muito sucesso, só após as festas de final de ano.

 

Leia também:

 

Mundial de Clubes da Fifa: De virada, Pachuca vence o Al Ahy e enfrentará a LDU nas semifinais
 

Sem mais artigos