Portland Trail Blazers v Washington Wizards

Os esportes americanos são famosos por seus espetáculos dentro e fora de campo/quadra. E todas essas festas, que acontecem antes e depois dos jogos, e também nos intervalos, têm a participação especial das mascotes de cada franquia. Na NBA, contudo, os personagens não veem tendo vida fácil, pois o pivô Robin Lopez, do Portland Trail Blazers, se tornou o mais novo terror dos bonecos animados.

Com direito a empurrões, troca de socos, enforcadas e boladas na cabeça, Lopez pratica um bullying semana com todos os personagens das franquias adversárias que encaram o time do Portland. Além dos ‘confrontos’ em quadra, o jogador ainda tira onda dos bonecos nas redes sociais e sua franquia também entra na brincadeira

O que começou como uma simples brincadeira acabou ganhando proporção internacional. Ao declarar guerra às mascotes, Robin vem ganhando cada dia mais ‘novos rivais’. Seus 2,13m de altura até que assustam os personagens, mas a cada jogo que passa, o espírito de brincadeira e bom humor vem ganhando mais espaço e cada ‘conflito’ é mais engraçado que o outro.

https://twitter.com/BestOfShaqtin/status/577305250983325696

Esteja jogando ou não, Lopez sempre faz questão de aprontar uma contra as mascotes da NBA, não importando a quantidade ou o tamanho dos bonecos animadores de torcidas.

Há mascotes, inclusive, que já estão se preparando para os futuros duelos contra Robin Lopez. Bango, famosa mascote do Milwaukee Bucks, usou seu perfil no Twitter para tentar por medo no pivô dos Blazers, mas não surtiu muito efeito, mesmo com todo seu ‘exército’.

A coisa está ficando tão ‘séria’ na NBA que a mascote Harry The Hawk, do Atlanta Hawks, usou o canal oficial da franquia para desafiar Lopez, mas acabou levando a pior, de novo, a apanhando nos corredores do ginásio antes do jogo contra os Balzers (assista no vídeo abaixo). Que será a próxima vítima do pivô?

Sem mais artigos