<br>O jogo foi difícil, mas mesmo assim a Ponte Preta conseguiu sua segunda vitória consecutiva sobre o Guaratinguetá, seu adversário na semifinal do Paulistão. Com 2 a 1 no placar, o time de Campinas, que havia feito 1 a 0 no confronto de ida, espera agora o jogo entre Palmeiras e São Paulo para ver quem enfrenta na decisão do Estadual.

A Ponte chega pela quinta vez em sua história à final do Estadual de forma sofrida, tendo um de seus jogadores expulso (o lateral-direito Eduardo Arroz) e suportando muita pressão do Guará, que jogava em casa.

O Guaratinguetá pressionava tanto que marcou o primeiro gol, após Michel colocar Nenê na cara do gol: 1 a 0, aos 25 minutos do primeiro tempo. A Ponte, obstinada, virou o placar de forma heróica. O empate veio dois minutos depois à abertura de placar, com Luís Ricardo. Aos 33 da segunda etapa, Wanderley definiu: 2 a 1.

Neste domingo, no Parque Antarctica, o São Paulo pode empatar o jogo que se classifica para a final do Campeonato Paulista. O Palmeiras precisa da vitória.

<b>LEIA TAMBÉM:</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=24854 >Palmeiras e São Paulo devem fazer mais um clássico nervoso na outra semifinal</a>

Ponte vence de novo o Guará e vai pra final do Paulistão

Sem mais artigos