A Portuguesa já tem o seu novo comandante para o restante da Série B do Campeonato Brasileiro. Pouco tempo após demitir Silas, que ficou na equipe por apenas sete jogos, o clube do Canindé acertou o retorno do velho conhecido Vagner Benazzi. Contratado como última esperança de livrar o time do rebaixamento para a Série C de 2015, o técnico assina nesta segunda-feira (15) um vínculo até o fim da temporada.

O acerto entre Benazzi e Portuguesa aconteceu no último domingo (14), no Canindé, após o treinador avisar viu e-mail que não permaneceria no Guarani, clube que dirigiu por pouco menos de um mês. O treinador chega ao clube nesta segunda, faz um treinamento com a nova equipe no período da tarde e dará uma entrevista coletiva às 16h, na sala de imprensa da Lusa.

Rescisão amigável

Contratado no dia 24 agosto pelo Guarani, Benazzi chegou ao Brinco de Ouro da Princesa para comandar o time nos seis jogos restantes da fase classificatória da Série C. Sem multa rescisória, o treinador recebeu 75% do seu primeiro salário adiantado no Bugre e tinha R$200 mil de premiação acordado com a diretoria caso salvasse a equipe do possível descenso. Como o comandante deixou a equipe na sétima posição do Grupo B, a quatro pontos do São Caetano, primeiro time na zona do rebaixamento, a rescisão foi feita de comum acordo, sem prejuízo para ambas as partes.

Com a saída de Benazzi, o mais cotado para assumir o time do Guarani na reta final da Série C é o ex-palmeirense Estevam Soares.

 

Fama de salvador

Conhecido por já ter conseguido ascender diversos time para divisões superiores, Benazzi tem uma história bastante interessante na Portuguesa. Em 2006, quando a Lusa disputava a Série B e também lutava contra o rebaixamento, Vagner Benazzi assumiu a equipe e no histórico jogo contra o Sport, na Ilha do Retiro, venceu os donos da casa com um gol de pênalti de Alex Alves aos 44 do segundo tempo. Hoje, oito anos depois, o treinador chega com a mesma missão e como a última cartada lusitana.

 

Exigências na Lusa

A negociação entre Benazzi e Portuguesa teve alguns altos e baixo e o acordo demorou para sair. Apesar da ligação forte que o treinador tem com o clube e do acerto salarial ter sido feito rapidamente, o técnico exigiu a contratação de cinco atletas. Depois de algumas negativas e interferência de Luis Iaúca, ex-vice-presidente de futebol da Lusa e um dos homens fortes do Canindé, mesmo sem um cargo oficial na atual diretoria.

Ocupando atualmente a penúltima posição do Campeonato Brasileiro da Série B, a Portuguesa tem apenas 17 pontos e fará uma promoção no valor dos ingressos para o jogo desta terça, contra o Boa Esporte, às 19h30, no Estádio do Canindé.

As entradas inteiras de arquibancadas baixaram de R$40 para R$10, enquanto que as meias saem por R$5. Já as entradas de numerada coberta e tribunas seguem com o mesmo preço, saindo por R$60 e R$80, respectivamente.

Sem mais artigos