A prefeitura de Lisboa ainda não definiu se instalará telões na cidade para que torcedores acompanhem a final da Liga dos Campeões da Europa, entre Real Madrid e Atlético de Madrid, que acontecerá neste sábado (24).

De acordo com informações repassadas por um porta-voz da administração municipal à Agência Efe, a Uefa desaconselhou a transmissão ao vivo do jogo, por questões de segurança.

No programa oficial de atividades da entidade que organiza a competição continental, existe a advertência que neste sábado não haverá “nenhuma transmissão pública ao vivo da final”.

No último dia 8, o prefeito de Lisboa, António Costa, garantiu em visita a Madri que a cidade disponibilizaria telões em praças para que os torcedores de Real e Atlético que não tivessem ingresso para ir ao Estádio da Luz, vissem o jogo.

Um porta-voz da polícia local confirmou à Efe que, por enquanto, não houve pedido oficial para a exibição do jogo, mas adiantou que a realização do evento é “desaconselhável” por questões de segurança.

Diego Costa é dúvida

O atacante Diego Costa mais uma vez não apareceu no gramado do centro de treinamentos do Atlético de Madrid nesta terça-feira e com isso a interrogação sobre sua presença na final da Liga dos Campeões da Europa, apesar de o técnico Diego Simeone ter garantido que o jogador não está descartado.

O jogador, que sofreu recaída de lesão muscular no fim de semana, tem poucas chances de disputar a decisão. Nos treinamentos, David Villa vem ocupando o lugar de Diego, como homem isolado do setor ofensivo.

Arda Turan, outro jogador que é dúvida de Simeone, esteve no campo do centro de treinamentos, mas realizou atividade em separado. O meia turco se recupera de uma lesão traumática na coluna, sofrida no duelo com o Barcelona, pela última rodada do Campeonato Espanhol, que valeu título aos colchoneros.

Sem mais artigos