A promotoria de Munique apresentou nesta quarta-feira uma acusação formal contra o zagueiro Breno, do Bayern de Munique, que aparece como o principal suspeito de ter provocado o incêndio que destruiu sua própria casa em setembro de 2011.

De acordo com a acusação, que se remete às investigações realizadas na casa, a promotoria parte do principio que Breno, ex-jogador do São Paulo, ateou fogo intencionalmente em sua casa, situada nos arredores de Munique.

No momento do incidente, o jogador brasileiro estava sozinho na residência, já que a sua esposa Renata e seus filhos se encontravam em uma casa vizinha.

O anúncio da promotoria se tornou público nas vésperas do clássico entre Borussia Dortmund e Bayern de Munique, que ocorre nesta quarta-feira. Além da reconhecida rivalidade, a partida, que vale a liderança da competição, apresenta o atual líder e campeão do Campeonato Alemão e o segundo colocado na tabela, respectivamente.

De acordo com a acusação, o zagueiro Breno se encontrava sob efeito de álcool e, provavelmente, utilizou seu próprio isqueiro para atear o fogo em sua residência.

Além de acusar Breno de ter causado danos no valor de até 1 milhão de euros, a promotoria considera que o jogador não podia estar do todo seguro que sua esposa e seus filhos – o casal tem um filho em comum e mais outros dois da última relação de Renata – não tinham retornado à casa até então.

A partir da acusação formal, o Tribunal de Munique deve decidir agora se levará o caso adiante e, por consequência, formalizar um processo penal contra o jogador.

O zagueiro brasileiro, que chegou a ser detido após o incêndio, ganhou a liberdade após o pagamento da fiança. Se for declarado culpado, o jogador poderia pegar uma pena de até 15 anos de prisão.

Breno chegou em 2008 ao Bayern de Munique, que, por sua vez, pagou aproximadamente 12 milhões de euros ao São Paulo para ter o jogador. Segundo a imprensa local, o contrato de Breno com os bávaros expira no final desta temporada.

Além dos problemas com a justiça, Breno também está muito distante do futebol que o levou até o Bayern com status de grande promessa. Isso porque, há dois anos, o jogador sofreu uma ruptura dos ligamentos e quase não jogou desde então, já que os problemas no joelho passaram a ser quase que recorrentes.

Apesar de não contar com o jogador como previa, o Bayern de Munique expressou e reiterou publicamente seu total apoio ao jogador, que, por sua vez, chegou a afirmar em sua conta de Twitter que o clube alemão “estava de sacanagem”. O jogador, que nesta ocasião parecia não estar contente em jogar no time B, acabou pedindo desculpas posteriormente.

Sem mais artigos