Cerca de R$ 8,4 milhões em prêmios, público de futebol, e transmissão em televisão aberta e fechada. Com todo esse cardápio, os responsáveis pela organização do Campeonato Brasileiro de Montaria em Touro querem mostrar para o país que a modalidade não é um esporte que prejudica o animal e colocar a modalidade entre as de mais sucesso no país.

“Eu acredito que a gente estacione ali, com um trabalho bem feito, a montaria em touro como segundo ou terceiro esporte do Brasil”, disse Flávio Junqueira, presidente da PBR Brazil, entidade esportiva responsável pelo torneio.

“Os eventos que nós realizamos  chegam a ter 50, 60 mil pessoas assistindo, não é uma briga de galo no fundo de quintal. Ali, está provado que a gente não faz nada escondido, que os animais são muito bem tratados. Nossa entrada na televisão e a vontade de trazer o rodeio para grandes cidades são para dar oportunidade para um público que nunca foi a um rodeio constatar que quem se ferra ali, se alguém se ferrar, é o competidor, nunca o touro”, completou.

Para se ter noção da quantidade de público que acompanha esses eventos, em 2011, foram organizados 36 etapas da competição. Essas reuniram ao todo 5,4 milhões de pessoas. Já quando o assunto é o Campeonato Brasileiro de 2011, nas 380 partidas, os estádios tiveram 5,7 milhões de espectadores.

Para essa temporada de rodeio, a expectativa dos organizadores é a venda de 13 milhões de ingressos e distribuição de uma premiação de no mínimo R$ 8,4 milhões para os peões.

Mas, a grande diferença é que quando o assunto é rodeio não é apenas o evento esportivo que está envolvido. A influência dos shows famosos atrai boa parte do público, e os organizadores reconhecem essa importância.

“Todo o intercambio é o grande segredo do sucesso. Hoje, quando você convida alguém para ir em um evento de montaria, uma namorada, um amigo, às vezes ele nem é muito ligado, nem gosta do esporte, mas ele vai por causa do entretenimento, acaba vendo e entendendo e se encantando pelo esporte”, afirmou Junqueira.

Para a competição desse ano, os responsáveis já têm etapas confirmadas nos estados do Paraná, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Goiás, Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. A Bahia ainda negocia para um possível rodeio.

Na televisão, o evento desse ano tem acordo para ser televisionado em canal aberto pela Rede TV! e no canal HD da Globosat, número 502 da NET. Na Multishow, a transmissão será feita para alguns shows.

Sem mais artigos