O judoca Rafael Silva venceu nesta sexta-feira o sul-coreano Sung-Min Kim na decisão do bronze na categoria pesado (acima de 100kg) do judô, conquistando a quinta medalha do Brasil nos Jogos Olímpicos de Londres.

Com este resultado, o judô nacional encerra sua campanha na capital britânica com cinco marcas inéditas em Olimpíadas. A vitória de Rafael trouxe a primeira medalha do país no peso-pesado; o bronze de Felipe Kitadai também representou a primeira vez que o país subiu ao pódio entre os ligeiros; Sarah Menezes conquistou o primeiro ouro das brasileiras, que graças ao bronze de Mayra Aguiar conseguiram duas medalhas; e o Brasil conseguiu seu recorde de pódios em uma mesma edição: quatro.

Terceiro colocado no ranking mundial de sua categoria, Rafael, ou “Baby”, como também é chamado, fez uma luta equilibrada com o sul-coreano, que foi para o ‘golden score’ com os dois judocas tendo recebido uma advertência por falta de combatividade.

Na “morte súbita do judô”, o brasileiro adotou postura mais ativa que seu adversário, e conseguiu a vitória quando Kim recebeu a segunda advertência por evitar o confronto, o que gerou um yuko.

O bronze de Rafael foi a quinta medalha conquistada nos Jogos de Londres pelo Brasil. Além dos pódios no judô, o país ganhou uma prata com o nadador Thiago Pereira nos 400m medley.

Sem mais artigos