<br>
O Real Madrid, amparado por uma lei da Fifa, atrasarou a apresentação do zagueiro Pepe à seleção portuguesa para a disputa da Eurocopa. Ciente do fato, o técnico dos lusitanos, Luis Felipe Scolari, ficou irritado com a postura dos dirigentes do time de Robinho.

"Vou lembrar da atitude do clube e garanto que, no futuro, o técnico de Portugal vai retribuir essa atitude com a mesma moeda, usando o regulamento a seu favor", disse Felipão aos jornais portugueses, lembrando que já foi compreensivo com o Real Madrid, quando Pepe estava machucado.

O Real se utilizou de regras de Fifa, que estipulam que um jogador só precisa ser liberado para as seleções 14 dias antes do início das fases finais de uma competição. Com isso, Pepe defendeu a camisa do time espanhol em um amistoso na Arábia Saudita. Portugal estréia na Eurocopa no dia 7 de junho, contra a Turquia.

Para "avisar" os portugueses, o Real Madrid enviou um fax para a Federação Portuguesa pedindo a liberação de Pepe para o amistoso. Felipão negou o pedido e os espanhóis responderam que agradeciam a cooperação portuguesa, mas lembravam que o regulamento estava do seu lado.

Sendo assim, Pepe só deve se apresentar na seleção portuguesa nesta quarta-feira. A concentração para a Eurocopa começou nesta segunda-feira.

<b>LEIA MAIS</b>
<a target=_blank href=http://www.virgula.com.br/esporte/novo/nota.php?ID=25016>Felipão nega tranferência para time inglês

Sem mais artigos