A presença do casal Obama no amistoso de basquete entre Estados Unidos e Brasil, causou grande polêmica nesta terça-feira entre os americanos, o que levou a Casa Branca negar que a primeira-dama rejeitou um beijo do seu marido e presidente do país, Barack Obama.

“Posso dizer, a partir de uma fonte muito boa, que as informações são falsas”, disse o porta-voz adjunto da Casa Branca, Josh Earnest, aos jornalistas que viajaram ao Texas no avião presidencial americano, para mais um dia de campanha.

Quem desencadeou as informações sobre a tal “recusa” foi a “Kiss Cam” (câmera do beijo, em tradução livre), tradicional nas partidas de basquete nos Estados Unidos, que incentiva os casais a se beijarem quando aparecem nos telões dos ginásios.

A “Kiss Cam” do Verizon Center, em Washington, focou o casal Obama duas vezes durante a partida, realizada na noite desta segunda-feira.

Segundo um grupo de jornalistas que acompanha o presidente, na primeira vez, Barack passou o braço pelas costas da esposa, com a possível intenção de beijá-la, o que não aconteceu.

Os repórteres que estavam no local afirmaram que Michelle sinalizou que “não” com a cabeça. Na segunda vez que apareceram na tela, o presidente beijou a primeira-dama nos lábios e depois na testa.

O porta-voz da Casa Branca disse aos jornalistas que o casal se viu na tela, mas sem saber, na primeira vez, que eram focalizados pela “Kiss Cam”. “As filhas perguntaram porque não tinham se beijado”, disse Earnest.

Sem mais artigos