O presidente do West Ham, David Gold, admitiu nesta quinta-feira a intenção de contratar o meia David Beckham, mas considera como “improvável” a possibilidade de o astro acertar sua transferência ao clube londrino.

“Infelizmente, não parece possível que seus compromissos trabalhistas permitam a ele se juntar a nós, mas deixamos nossas portas abertas”, afirmou Gold à rede britânica “BBC”.

O West Ham pretende utilizar o jogador como embaixador da campanha que iniciou para utilizar o novo estádio olímpico de Londres como palco de suas partidas após as Olimpíadas de 2012.

Gold disse que Beckham “ainda é um grande jogador”, e que seria “fantástico” que ele encerrasse sua carreira no West Ham porque foi criado no East End, bairro onde fica a sede do clube.

Beckham, de 35 anos, está no Los Angeles Galaxy, da MLS (liga americana de futebol), e se recupera de uma lesão que o tirou da última Copa do Mundo.

O jogador revelou recentemente sua intenção de estender sua carreira por mais quatro anos, mas ontem teve seu plano de voltar à seleção inglesa frustrado por uma declaração do técnico Fabio Capello, que disse considerá-lo “velho” para atuar pelo English Team.

Rejeitado por Capello, Beckham é sondado pelo West Ham

Sem mais artigos