O fisco italiano abriu uma investigação sobre o restaurante do qual o meia Seedorf, do Botafogo, é sócio em Milão, por não declaração de consumações de clientes que, somadas, ultrapassam o valor de 2,5 mil euros.

Os inspetores da Receita descobriram que o restaurante “Finger’s”, habitualmente frequentado por jogadores de futebol e outras celebridades, não emitiu notas pelo menos em dez ocasiões, informa nesta segunda-feira o jornal “Corriere della Sera”. Também segundo a publicação, o estabelecimento será multado e corre até o risco de fechar.

Entre os clientes assíduos do Finger’s, cuja especialidade é a cozinha japonesa, estão o casal David e Victoria Beckham, e também modelos e jovens de famílias ricas.

O chef e sócio de Seedorf, Roberto Obake, afirmou ao jornal que as notas fiscais não declaradas ainda seriam faturadas.

“Eram contas que seriam regularizadas, como sempre fazemos”, disse, lembrando que o restaurante é o oitavo que mais arrecada impostos em Milão, cidade onde um em cada três estabelecimentos comerciais não costuma dar notas, segundo o “Corriere”.

Sem mais artigos