A Fifa confirmou nesta terça-feira (13) que recebeu por escrito a renúncia de Ricardo Teixeira como presidente da Associação Brasileira de Futebol (CBF) e do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo de 2014 (COL), embora o dirigente continue como membro do Comitê Executivo da Fifa.

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) elegeu Ricardo Teixeira pela primeira vez para fazer parte do Comitê Executivo da Fifa em 1994. A Fifa informou que até o momento “não recebeu nem de Teixeira nem da Conmebol nenhum comunicado oficial” sobre sua saída do cargo.

Teixeira anunciou ontem sua renúncia como presidente da CBF e do COL após meses de críticas pela forma como liderava a entidade. O dirigente também tinha diferenças com o governo da presidente Dilma Rousseff, com quem o COL tratava sobre assuntos relacionados à organização da Copa do Mundo de 2014.

Sem mais artigos