O presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, pode estar perto de deixar o cargo. Na verdade, o dirigente estaria nesta quarta-feira (15) vivendo seu último dia no comando de acordo com o colunista Ancelmo Gois do jornal “O Globo”.

Segundo a publicação, a CBF divulgará uma carta na quinta-feira (16) anunciando que Ricardo Teixeira está se desligando da entidade depois de 23 anos de poder.

Os motivos que estariam levando a renúncia de Ricardo Teixeira seriam a divulgação dos documentos sobre a parceria Fifa-ISL, que o incriminaria, e a piora de seu estado de saúde.

Essa não é a primeira vez que a notícia da possível saída de Ricardo Teixeira é veiculada. No começo da semana, os blogueiros Vitor Birner, do Portal Virgula, e Ricardo Perrone e Juca Kfouri, ambos do “UOL”, já haviam divulgado a informação.

Caso a renúncia seja confirmada, José Maria Marin, vice da região Sudeste, assumirá o cargo de Ricardo Teixeira.

Sem mais artigos