O veterano lateral-esquerdo Roberto Carlos, que deixou o Corinthians após sofrer ameaças da torcida que o acusou de “pipoqueiro”, se apresentou, neste domingo, ao seu novo clube, o russo Anzhi Makhachkala.

Em Ankara, na Turquia, ele concede uma longa entrevista coletiva, onde fez várias revelações, como a de que pensou em se aposentar: “realmente pensei sobre isso. Futebol existe para trazer alegrias às pessoas, mas quando quebram o seu carro e ameaçam sua família é horrível”, afirmou o jogador.

O novo camisa 3 do clube de Makhachkala, se disse “muito contente” em estar no novo time. “Esperamos construir um equipe forte para, um dia, sermos campeões. Quero poder jogar o mais rápido possível e mostrar tudo que posso fazer”, afirmou o jogador, que confirmou ter recebido ofertas para jogar na Inglaterra e no Brasil.

Sobre o fim da carreira, ele afirmou que ainda vai longe: “pretendo jogar até aos 40, 41 anos. O Anzhi será realmente o meu último clube, por isso tenho que mostrar o meu melhor aqui”, afirmou, desfazendo (ao menos por hora) rumores de que iria se aposentar no Santos ou no Palmeiras.

Ele concluiu falando sobre a crise no Corinthians após a queda na Pré-Libertadores da América: “realmente pensei sobre isso (me aposentar). Futebol existe para trazer alegrias às pessoas, mas quando quebram o seu carro e ameaçam sua família é horrível”.

Sem mais artigos