Depois dos maus resultados da última temporada, em que caiu nas oitavas de final da Liga dos Campeões e terminou apenas com a sexta colocação do Campeonato Italiano, a Roma pretende reforçar o time, e a medida poderia começar pelo setor ofensivo, com a chegada de dois reforços vindos do futebol espanhol.

Segundo a edição desta sexta-feira do jornal esportivo “Corriere dello Sport”, os atacantes Gonzalo Higuaín, do Real Madrid, e Bojan Krkic, do Barcelona, são os melhores cotados para materializar a contratação de dois homens de frente que o novo diretor esportivo do clube italiano, Walter Sabatini, anunciou para a equipe, que, a partir da próxima temporada, terá o espanhol Luis Enrique como técnico.

De acordo como o periódico, o entorno do jogador argentino diz não saber nada por parte do Real Madrid sobre a necessidade de uma possível saída diante de uma eventual chegada de outros atacantes, embora a ideia de jogar no Campeonato Italiano não os desagrade.

Na operação, afirma o “Corriere dello Sport”, pode ser chave a possível contratação pelo Real de Neymar e o fato de que o novo diretor-geral da Roma seja Franco Baldini, que se encarregou da contratação de Higuaín em janeiro de 2007, quando Fabio Capello treinava a equipe madrilenha.

Além disso, o jornal dá como quase concretizada a negociação de Bojan, depois que Sabatini deu declarações favoráveis à chegada do atacante espanhol à emissora “TeleRadio Stereo” nesta quinta-feira.

“Bojan é um grande jogador. Poderia se integrar muito bem nos mecanismos da nova Roma, seria mais fácil para ele pelo fato de que já os conhece”, disse o diretor esportivo, em alusão ao tempo em que o atacante conviveu com Luis Enrique no Barça.

Sem mais artigos