Comentarista da Record nos jogos Pan-Americanos 2011, Romário parece ainda não ter engolido o fraco desempenho da seleção brasileira masculina na competição. Em evento realizado em São Paulo, o Baixinho voltou a bater na CBF e culpou a relação da entidade com a Globo pela equipe enfraquecida em Guadalajara.

“É imperdoável uma seleção brasileira ir a um Pan-Americano e não levar os melhores jogadores daquela idade. Isso é uma falta de respeito com o torcedor, uma falta de respeito com a camisa amarela. E isso se deve a quê? Aos dirigentes da CBF e ao presidente da CBF. Pelo simples fato de que a Globo não foi e foi a Record, eles resolveram não botar uma seleção de peso porque não seria interessante. Isso se chama sacanagem com o povo brasileiro, essa é a realidade”, disse Romário.

Para evitar qualquer confusão, o ex-jogador fez questão de isentar a Globo de qualquer culpa no rendimento brasileiro e responsabilizar apenas a CBF.

“A Globo, na verdade, não tem culpa nenhuma disso. Eu quis dizer que como a Globo não foi e a Record foi, o presidente da CBF resolveu não dar atenção suficiente ao esporte que é mais praticado e visto no Brasil que é o futebol”, completou.

Sem mais artigos