Em coletiva realizada nesta sexta-feira, o deputado federal Romário e Ronaldo, integrante do Comitê Organizador Local para a Copa do Mundo de 2014, anunciaram que a CBF irá doar 32 mil ingressos, 500 por jogo, para as pessoas com deficiência física no evento.

Desta forma, o jogador teve sucesso em sua empreitada, já que pleiteava ao menos 300 entradas para este público na competição, adicionando, inclusive, um item neste sentido à Lei Geral da Copa – o que não se fez necessário.

Feliz e emocionado, ele agradeceu a CBF e ao COL: “Fiz o pedido para saber da possibilidade de ter uma conquista para essa classe da nossa sociedade e rapidamente obtive uma resposta. Fiquei feliz com isso. O Ricardo Teixeira passou que, independentemente da Lei Geral da Copa, a CBF, como entidade privada doaria para essa classe 32 mil ingressos para os jogos da Copa do Mundo. É uma vitória muito grande”, afirmou, aos prantos.

Apesar disso, ele negou que irá mudar sua postura crítica em relação ao Mundial: “não mudo de lado, não mudo de bandeira. Sou deputado federal e vou continuar fiscalizando. Não apenas a CBF, o Ricardo Teixeira ou o Ronaldo, que é um grande amigo e um ex-companheiro. Queria anunciar isso e agradecer de coração à CBF. Era um ato que ninguém esperava”, afirmou o ex-jogador.

Sem mais artigos