Após a peso-galo Jessica Eye ser suspensa por teste ter dado positivo pelo uso de maconha, a colega de categoria Ronda Rousey diz que exames contra esse tipo de substância são, na opinião dela, invasão de privacidade, visto que a erva em questão não é algo que melhore o desempenho de um atleta.

“Honestamente penso que a maconha não é, de nenhuma forma, uma droga que aumenta a performance. Somos testados contra isso unicamente por razões políticas. A comissão atlética está lá para ter a certeza que competimos de forma justa, mas estão nos testando para algo que não tem nada a ver com uma competição atlética”, disse a americana ao site MMA Junkie.

A atleta garante ser contra o uso de outras substâncias que estejam nas regras do UFC como ilegais, mas reitera a sua opinião sobre a maconha.

“Está além do direito deles (cartolas do UFC). É realmente uma invasão de privacidade”, opinou a musa.

Ronda está se preparando forte para a luta do próximo sábado (22), quando defenderá o seu cinturão na luta contra Sara McMann, em confronto de invictas mp MGM Grand Arena, em Las Vegas, pelo UFC 170.

Veja vídeo de sua preparação abaixo, postado nesse sábado (15) no Instagram:

Veja mais fotos de Ronda na galleria acima!

Sem mais artigos