O atacante Wayne Rooney confirmou nesta quarta-feira que quer deixar o Manchester United, uma decisão que já havia comunicado na semana passada ao diretor-executivo do clube inglês, David Gill.

“Tive uma reunião com David Gill na semana passada e ele não me deu nenhuma das garantias que eu buscava sobre o futuro do elenco. Então, disse a ele que não assinaria um novo contrato”, explicou Rooney.

O comunicado foi uma resposta às declarações dadas pelo técnico do United, Alex Ferguson, que ontem garantiu que não teve nenhuma discussão com o atacante, mas que já sabia que ele quer deixar o clube.

Rival se interessa

Talvez Rooney nem precise trocar de cidade. Desde que começaram os rumores sobre a saída do craque inglês, especula-se que o Manchester City seja um dos principais interessados na compra do jogador.

Roberto Mancini, técnico do City, declarou que não houve contato com o camisa 10 do United. Porém, torcedores da metade azul de Manchester já fizeram cartazes e camisetas de boas-vindas a Wayne Rooney.

 

Sem mais artigos