O San Lorenzo está muito próximo de alcançar a final da Libertadores pela primeira vez em sua história. O jogo de ida contra o Bolívar terminou com uma goleada de 5 a 0 e só um desastre absurdo fará os bolivianos conseguirem a classificação no jogo que acontece na noite desta quarta-feira (29). Para que a altitude de La Paz não atrapalhe tanto os jogadores argentinos,  técnico Edgardo Bauza pode acabar utilizando uma receita já conhecida: o Viagra.

A pílula que melhora a performance sexual também dá um up na circulação sanguinea de todo o corpo, e não contém substâncias que indicariam doping, segundo a própria Fifa. Tanto que no jogo contra os equatorianos do Universidade del Valle, pela primeira fase do mesmo torneio, a substância foi ingerida por alguns jogadores e o resultado de 1 a 1 foi considerado bom, até porque o time não vinha tão bem até ali na Copa e o jogo a 2.800 metros de altitude em Quito era visto com cautela.

A notícia é do diário argentino Olé, que ainda conta que a ideia é do próprio treinador (foto acima), que trabalhou por vários anos na LDU Quito e sabe lidar bem com o tema altitude. Porém, o uso da famosa pílula azul ainda não está confirmada para a noite desta quarta, quando o Ciclón joga uma das partidas mais importantes de seus 106 anos de história.

Confirmado ou não, a torcida do San Lorenzo já até fez alusão ao Viagra na partida de ida (brincadeirinha).

Sem mais artigos