Neymar chorou quando o Hino Nacional tocava no início da
partida. Mas não foi o bastante para sensibilizar o time do Santos que, como
mandante no estádio Mané Garrincha, em Brasília, empatou em 0 a 0 neste domingo
(26) com o Flamengo, que levou maior torcida, como de costume em jogos na
região centro-oeste do país – foram registrados 63.501 pagantes.

Contra o time da namorada, a atriz Bruna Marquezine, Neymar
mostrou vontade, brigou bastante e o Santos começou melhor o jogo. Mas logo o
rubro-negro acordou e os lances ficaram mais disputados.

O santista Rafael, logo aos 11 minutos, já fez boa defesa depois
de chute da revelação Rafinha.

Depois disso, os cariocas tomaram as melhores atitudes
ofensivas, e quase Gabriel inaugurou o placar, mas foi travado pelo zagueiro
Edu Dracena antes da finalização.

Neymar só foi dar perigo ao adversário aos 19 minutos,
quando se livrou do zagueiro Luiz Antônio mas bateu para fora. Com o jogo lá e
cá, mas sem um nível técnico muito refinado, a primeira etapa teve mais emoção
quando o zagueiro González se desentendeu com o novo atacante do Barcelona, mas
o próprio Neymar dissolveu o clima ruim.

Seguiram-se mais alguns ataques do Flamengo, mas Gabriel e
Hernane desperdiçaram as chances, assim como o beque Luiz Antônio.

O duelo foi para o intervalo, e quando retornou, ganhou em
velocidade, com a estreia do boliviano Marcelo Moreno. O ex-corintiano Elias,
que foi um dos melhores do jogo, quase fez um belo gol em chute de longe,
mostrando a superioridade do time da Gávea.

O técnico Muricy Ramalho resolveu então colocar Gabigol, atacante de 16 anos
(a mesma idade que Neymar estreou no profissional), no lugar de Henrique, que
pouco fez. Porém, foi novamente o Fla quem quase marcou, com Gabriel, e corte
quase em cima da linha de Durval.

Aos 32, após boa tabela Moreno/Rafinha, o boliviano acertou
uma bomba, para mais uma defesa de Rafael. E o Santos continuava sem conseguir
encaixar bons passes, com mais uma partida apagada de Montillo, que foi
substituído por Felipe Anderson.

Fim da partida, e a despedida do melhor jogador surgido no
Brasil nos últimos anos foi, de certa forma, melancólica para o seu time, que
não mostrou um bom futebol. 

Ficou para o zagueirão Renato Santos, do Flamengo,
a última camisa de Neymar em um jogo oficial nesta primeira e vitoriosa
passagem pelo Santos.

Agora, o time da Vila Belmiro se prepara para enfrentar
outro carioca, o Botafogo, em Volta Redonda, na quarta-feira (29). Também neste
dia, o Flamengo joga como mandante em Juiz de Fora contra a Ponte Preta.

Veja os resultados da 1ª rodada do Campeonato Brasileiro:

Sábado – 25/05

18h30 – Vasco 1 x 0 Portuguesa

18h30 – Vitória 2 x 2 Internacional

21h00 – Corinthians 1 x 1 Botafogo

Domingo – 26/05

16h00 – Santos 0 x 0 Flamengo

16h00 – Grêmio 2 x 0 Náutico

16h00 – Criciúma 3 x 1 Bahia

18h30 – Fluminense x Atlético-PR

18h30 – Cruzeiro x Goiás

18h30 – Coritiba x Atlético-MG

Santos e Flamengo ficam no zero a zero em despedida de Neymar

Sem mais artigos