Com o meio de campo criando bastante, o São Paulo até que teve boas chances de sair do Serra Dourada com uma vitória, mas o ataque não soube aproveitar as oportunidades que teve e a equipe acabou sendo derrotada pelo Goiás, com gol do zagueiro Rodrigo, em cobrança de falta, aos 44 do segundo tempo.

No primeiro tempo, as duas equipes criaram boas chances, com Walter e Renan Oliveira incomodando bastante a defesa tricolor, e pelo lado do São Paulo com Ganso e Jadson, comandando o meio campo.

Logo aos oito minutos, Welliton recebeu belo passe de Ganso, driblou o goleiro, mas perdeu o ângulo e chutou pra fora. Dois minutos depois, foi a vez de Paulo Miranda, que recebeu de Jadson e chutou em cima de Renan. Em seguida, o Goiás quase marcou com Walter, mas Rogério evitou. Os goianos ainda tiveram outras chances com Walter e Hugo, mas pararam no goleiro são-paulino.

Na segunda etapa, o jogo diminuiu um pouco o ritmo, com poucas oportunidades dos dois lados. Contudo, faltando pouco para terminar a partida, em cobrança de falta pela intermediária, o zagueiro Rodrigo, ex-Tricolor, soltou uma bomba, a bola bateu na trave e nas costas de Rogério Ceni e foi parar no fundo das redes.

A derrota acabou com a boa sequencia de três vitórias seguidas depois da chegada de Muricy e deixa o São Paulo com 27 pontos, ainda próximo da zona de rebaixamento. Na próxima rodada, o Tricolor recebe o Grêmio no Morumbi, domingo às 16h, já o Goiás joga novamente no Serra Dourada, contra o Fluminense, sábado, às 18h30.

Ficha Técnica:

Goiás 1 x 0 São Paulo

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)

Árbitro: Paulo Godoy Bezerra (SC)

Auxiliares: Fabio Pereira (TO) e Marrubson Melo Freitas (DF)

Gol: Rodrigo, 44’/2°T (1-0)

Goiás: Renan, Vitor, Ernando, Rodrigo e Thiago Mendes; Amaral, David (Ramón – 25’/2ºT), Hugo (Sasha – 29’/2ºT) e Renan Oliveira; Tartá (Araújo – 13’/2ºT) e Walter. Técnico: Enderson Moreira

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Paulo Miranda, Rafael Toloi, Antônio Carlos e Reinaldo; Rodrigo Caio, Denilson (Fabrício – 33’/1ºT), Ganso e Jadson; Welliton (Osvaldo – 31’/2ºT) e Luis Fabiano (Aloísio – 11’/2ºT). Técnico: Muricy Ramalho

 

Sem mais artigos