A novela Dagoberto chegou ao fim. Após longas semanas de impasse, São Paulo e Internacional chegaram a um acerto para que o atacante de 27 anos possa defender o clube gaúcho a partir de janeiro.

Para isso, pesou a boa relação entre Fernandão, diretor do Inter que teve no São Paulo seu último clube e diretor de futebol Adalberto Baptista. 

“O Inter chegou próximo da nossa pedida. Está pagando R$ 1,4 milhão pela rescisão antecipada. Além disso, o São Paulo economiza em torno de R$ 800 mil entre salários e encargos, o que dá um montante de 2,2 milhões”, afirmou Baptista, ao site oficial do São Paulo.

Desta forma, o jogador já se integra ao clube para a pré-temporada e fica desobrigado de cumprir os quatro meses de contrato restantes com o Tricolor, já que assinou um pré-contrato com a equipe gaúcha em novembro, dentro do prazo legal de seis meses para o final do contrato. A estreia do jogador deve ser na partida contra o Once Caldas, em janeiro, pela Pré-Libertadores.

Sem mais artigos