Em uma partida mais complicada do que o esperado, o São Paulo venceu o São Caetano, neste sábado, por 2 a 1 no Morumbi, mantendo assim a liderança do Paulistão com 100% de aproveitamento e 9 pontos ganhos.

Complicada porque o primeiro tempo do Tricolor foi muito ruim a ponto de o São Caetano ter dominado as ações e perdido uma série de chances. Ainda assim, quem abriu a contagem foi o time da casa.

Aos 26, Fernandinho fez uma bela tabela com Luis Fabiano, que  recebeu livre no meio da área e bateu forte, de esquerda, para abrir o placar. 
No minuto seguinte, o Azulão fez valer seu melhor futebol e empatou em grande estilo. Geovane recebeu na meia-esquerda e lançou para Moradei sozinho, aproveitando que Cortês estava fora de posição, driblar Dênis com autoridade e colocar no fundo do gol.

Aos 31 minutos, a pior das notícias para a torcida do São Paulo: Luis Fabiano foi lançado e, em um trote simples, sentiu uma contusão muscular no músculo posterior da coxa direita, o mesmo que foi operado em 2011, sendo substituído por Willian José. 

Recuperado do baque, o Tricolor voltou melhor na etapa final, ainda que não levasse lá muito perigo para o gol de Luiz. Era necessário um toque diferente e só havia um atleta em campo que poderia fazê-lo. 

Aos 32, Lucas, que fazia jogo fraco, recebeu na intermediária e soltou a bomba para marcar um golaço e resolver a parada para o São Paulo. Uma vitória sofrida, suada, mas que valeu importantes três pontos.

Na próxima rodada, o São Paulo receberá o Guarani, na quinta-feira. Um dia antes, o São Caetano joga contra o XV de Piracicaba, em casa.

Sem mais artigos