Aproximadamente 12,5 mil policiais deverão reforçar a segurança dos Jogos Olímpicos de Londres 2012 em um operacional que contará com mais de 40 mil soldados, informou nesta segunda-feira a Polícia Metropolitana Scotland Yard.

Restando apenas 67 dias para o início da 30ª Olimpíada da era moderna, a Scotland Yard indicou que 53 corpos da Polícia de todo o Reino Unido vão participar dessa operação, que será realizada entre 4 de junho e 16 de setembro, quando os Jogos Paraolímpicos serão encerrados.

“Cada corpo de policial terá sua função para garantir que todos possam ter um verão fantástico de celebrações”, declarou Chris Allison, coordenador da segurança nacional olímpica.

“O verão de 2012 será muito movimentado e supõe um grande desafio para a Polícia britânica. Mas, posso garantir que contamos com pessoal capacitado para poder garantir a segurança do público”, apontou.

Mais de 40 mil pessoas estarão envolvidas na segurança dos Jogos Olímpicos de 2012, que começa a partir do dia 27 de julho, em uma operação que deverá custar aproximadamente 662 milhões de euros.

As Forças Armadas vão fornecer 13,5 mil homens, que trabalharão junto com a Polícia e com mais de 16,5 mil seguranças privados, além de diferentes voluntários.

Apesar das possíveis ameaças, o ministro de Defesa do Reino Unido, Philip Hammond, assegurou na última semana que não há uma ameaça terrorista “específica” contra os Jogos.
“Me alegra dizer que não há uma ameaça específica”, afirmou o ministro em entrevista à rede “BBC”, ressaltando que não deseja ver os Jogos Olímpicos “dominados” pela presença militar.

Sem mais artigos