O atual secretário da Habitação do Estado de São Paulo, Silvio Torres, que foi relator da CPI Nike/CBF, ressaltou à “Jovem Pan” que sempre houve desinteresse em levar adiante as questões relacionadas à CBF, como o obscuro contrato com a Nike, em razão da forte pressão exercida por Ricardo Teixeira sobre parlamentares, que acabam cedendo ao cartola.

Silvio Torres acrescentou ao repórter Daniel Lian que tudo é muito difícil por causa da “bancada da bola” e lamenta que não haja interesse político por parte do Congresso para investigar as irregularidades que cercam o futebol. Para ele, é necessária uma ampla e minuciosa investigação.

Silvio Torres fala sobre isso no primeiro áudio. No segundo bloco, ele salienta que Ricardo Teixeira sempre foi um manipulador e que criou uma teia de interesses no Congresso envolvendo futebol e política. No último bloco da entrevista, Silvio Torres diz acreditar que o cerco está se fechando contra um “decadente” Ricardo Teixeira. Na Internet, inclusive, circulam rumores de que Teixeira, pressionado, estaria cogitando deixar a presidência da CBF.

Sem mais artigos