A briga entre o secretário-geral da Fifa, Jérome Valcke, e o governo federal só aumenta. Dessa vez, Marco Aurélio Garcia, secretário especial para Assuntos Internacionais da presidência, ofendeu o dirigente da entidade ao chegar em Hannover, na Alemanha.

“O interlocutor [Valcke] já está riscado. Esse cara é um vagabundo” , disse o secretário ao jornal “O Estado de S. Paulo”. “A presidente tem mais o que fazer do que se preocupar com as declarações de um boquirroto”, completou.

A revolta do secretário aconteceu devido à declaração de Jérome Valcke dizendo que o Brasil necessitava de um “chute no traseiro” por causa dos atrasos nas obras para a Copa do Mundo de 2014.

“Não me parece que bunda seja uma palavra diplomática, mesmo se traduzir como traseiro”, finalizou Garcia.

Atualmente, Marco Aurélio Garcia está no país europeu acompanhado da presidente Dilma Rousseff para discussões sobre a crise econômica da Europa.

Sem mais artigos