Os jogadores do Vasco decidiram, nesta terça-feira, que não vão se concentrar para o jogo contra o Bangu, que acontece nesta quarta-feira, às 17 horas, em Moça Bonita, pela terceira rodada da Taça Guanabara.

A “revolta” se deve ao fato do clube não ter feito o pagamento de 100% dos salários. Após uma reunião entre o elenco, a comissão técnica e a diretoria, ficou decidido que os atletas se apresentarão às 10 horas desta quarta-feira no hotel.

“Desta vez, os jogadores foram irredutíveis. Eles comunicaram o desejo de não concentrar e ficou decidido que se apresentam amanhã às 10h no hotel. A diretoria entendeu, mas tentou mostrar a eles que não é o melhor caminho. Foi uma decisão deles. Vamos aguardar que tudo saía da melhor maneira”, destacou o diretor executivo Daniel Freitas.

Apesar de ter quitado parte dos direitos de imagem na semana passada, o Vasco ainda deve aos atletas e funcionários o 13º e o mês de dezembro.

O dirigente espera que a situação não se repita novamente. Ele acredita que nesta semana haja novidades em relação ao pagamento dos salários.

“O presidente Roberto Dinamite está se empenhando pessoalmente nessa questão. Acreditamos que nesta semana a situação seja resolvida. Com o início do mês, alguns recursos devem entrar no clube”, completou Daniel Freitas. 

Sem receber salários, Vasco decide não concentrar

Sem mais artigos