Ponderado com as palavras e bem tranquilo fora do octógono, o lutador brasileiro Maurício Shogun esperou o momento certo para responder as provocações do sueco Alexandre Gusatafsson, que afirmou há dias que nocauteará o ex-campeão dos meio-pesados no segundo round durante a luta que dará a chance ao vencedor de disputar o cinturão da categoria.

Em entrevista exclusiva ao Portal Virgula, Shogun foi direto na resposta ao rival e jogou toda a responsabilidade do combate para o sueco.

“Eu sou um lutador que não fala muito, prefiro mostrar o que eu sei só lá em cima. E como eu falei, se ele falou isso, ele já tem uma responsabilidade a mais. E tudo o que ele falou antes, vai ter que provar na hora da luta. Vou entrar como sempre entrei, e vou para o nocaute. A obrigação da vitória, depois dessa declaração, é toda dele”, disse.

Com relação a sua preparação para esse confronto, Shogun deixou claro que o esforço excessivo nos treinamentos só será visto daqui a uns meses. “Eu lutei faz duas semanas, mas uma coisa bem básica, pois luto só daqui a mais de 100 dias. Por isso, vou pegar leve agora e deixar a parte pesada para os dias que antecedem a luta”, finalizou.

Lembrando que a luta entre Shogun e Gustafsson acontece no dia 8 de dezembro, válido pelo UFC on Fox 5, mas ainda sem lugar definido.

Shogun responde Alexandre Gustafsson e diz que sueco tem a "obrigação" de vencer

Sem mais artigos