Receosos em perder sua principal revelação, os dirigentes do Avaí já estudam prorrogar o contrato do jovem goleiro Renan, convocado pelo técnico Mano Menezes para defender a Seleção Brasileira, até o ano de 2014.

Em entrevista ao Diário Catarinense, o presidente do Leão, João Nilson Zunino, garantiu que a multa rescisória do camisa 1, de apenas 19 anos, é de R$ 7 milhões, valor suficiente para manter o arqueiro na Ressacada.

“Já tínhamos conversado com o Renan sobre o assunto antes mesmo da convocação. Acho que não teremos problemas, mas precisamos fazer alguns ajustes”, disse Zunino.

“Ainda não discutimos valores, mas ele certamente terá um reajuste por merecimento. Isso já está projetado dentro do clube”, completou.

Surpresa da convocação de Mano, goleiro Renan pode renovar com o Avaí até 2014

Sem mais artigos