O treinador da seleção italiana, Marcello Lippi, falou em coletiva de imprensa sobre a vantagem do Brasil em relação à outras seleções na Copa do Mundo. “Brasil é a equipe mais forte. Os brasileiros estão muito motivados porque no Mundial passado eles sabiam que eram os favoritos e caíram nas quartas-de-final.”

Lippi ainda sugeriu que a porta de entrada para a seleção nacional está aberta para todos. “Até 18 de maio, eu estou olhando para todos. Eu nunca disse que um ou outro está fora. É a imprensa que diz isso porque lhes convém”, disse em resposta ao jornal La Repubblica, ao ser indagado sobre uma possível convocação de Antonio Cassano.

Outro jogador que ainda tem ambições de estar na África do Sul é Mario Balotelli, da Inter. “Ele é um jogador que tem grandes qualidades. Estou seguro de que quando ele completar seu percurso de maturidade na Inter, ele estará apto a colocar essas qualidades em uso na seleção”,disse o técnico.

“Todo mundo sabe que sou contra o racismo. Só há uma raça, a humana, mas um treinador não pode selecionar os jogadores por esse motivo”, afirmou contestando àqueles que demandam a presença de Balotelli na Azzurra para acabar con o racismo que se vive na Italia.

Técnico da Itália considera o Brasil a seleção mais forte do Mundial

Sem mais artigos