Após a goleada do Barcelona por 6 a 0 diante do Rayo Vallecano pelo Campeonato Espanhol nesse sábado (15), o técnico Tata Martino deu entrevista coletiva e comentou a atual forma de seu camisa 10, Messi, que, com as duas redes balançadas na partida jogada no Camp Nou, ultrapassou a lenda Alfredo Di Stéfano em gols marcados na história do torneio e igualou-se a Raúl na terceira posição, com 228.

“Espero que ainda lhe falte para estar ao seu melhor nível porque ainda nos ajudaria mais no que resta da temporada. Vai bater todos os recordes a que se proponha e vai perder a conta. Estamos na presença de um jogador que aparece uma vez a cada 30 ou 40 anos. Desfrutamos dele no Barcelona e na seleção argentina”, afirmou, lembrando do recorde que, agora, só tem Hugo Sánchez (234) e Zarra (251) à frente.

O próprio Messi havia declarado que projetara dez jogos para estar no melhor da forma, após a lesão que o fez ficar no departamento médico por cerca de dois meses.

Neymar foi outro lembrado por Martino na coletiva, já que voltava do estaleiro, e marcou o último gol da goleada. Um golaço, por sinal (assista abaixo).

“A volta dele foi muito boa. Nos 30 minutos que jogou, jogou bem. Não nos podemos esquecer do que ele passou em temas que não têm a ver com futebol”, disse o argentino sem adentrar a nenhum caso específico, mas é fácil lembrar de cada um deles: o término do namoro com a atriz Bruna Marquezine e, principalmente, a polêmica com o valor de sua venda que fez com que o presidente do clube, Sandro Rosell, renunciasse ao cargo.

Assista ao gol de Neymar contra o Rayo Vallecano abaixo:

Sem mais artigos